Crescimento e Envelhecimento Facial: Será que entendemos como funcionam?

Crescimento e Envelhecimento Facial

Envelhecer com saúde e qualidade de vida é um grande desafio no mundo contemporâneo, ainda mais com a expectativa de vida aumentando gradativamente a cada ano. Para compreender como a face envelhece, inicialmente precisamos entender como ela cresce. Este padrão de crescimento está dividido em 5 tipos: Padrão I – face equilibrada, Padrão II – mais convexa com queixo menor, Padrão III – faces mais retas com queixo maior, Padrão Face Curta – com altura da metade inferior da face diminuída, e por último, Padrão Face Longa – com aumento na altura da metade inferior da face. Cada um destes padrões de crescimento envelhecem de forma diferente e muito específica, as nuances destas variações atualmente são muito bem compreendidas pela Ortodontia. Os pacientes em crescimento são beneficiados com tratamentos ortodônticos conduzidos dentro desta perspectiva mais longeva, diminuindo o impacto do envelhecimento futuro na face. Estranho não, mas é exatamente isto, aparelhos ortodônticos conseguem minimizar as marcas do envelhecimento, retardando o processo. Já os pacientes que estão na fase adulta ou senil também podem ser beneficiados com o ganho de maior suporte de tecidos duros – dentes e processos ósseos – para preencher a sobra de tecido mole que se dá na parte inferior da face, uma vez que envelhecemos acumulando tecido mole no seu terço inferior. Aparelhos ortodônticos que aumentem o volume ósseo e dentário têm a capacidade de atenuar as marcas do envelhecimento e oferecer as pessoas, uma face mais jovem e saudável.

O sorriso também tem um papel fundamental na atenuação deste envelhecimento, com o passar dos anos o sorriso também sofre consequências da maturidade e surgem várias alterações, como agravamento de apinhamentos, principalmente na região ântero-inferior da arcada dentária (os dentes ficam mais tortos), perda de volume dentro da boca, diminuição da exposição dos dentes anteriores, estreitamento das arcadas que faz aparecer um corredor escuro na parte lateral do sorriso, perda de altura da gengiva, etc. Estas alterações morfológicas podem ser corrigidas com a Ortodontia associada a outras áreas da Odontologia, como a Dentística e a Periodontia. Estas especialidades em conjunto rejuvenescem o sorriso com maestria, graças ao acionamento integrado das diversas áreas.

Crescimento e Envelhecimento FacialO estágio de desenvolvimento tecnológico atual da Ortodontia associado a abordagem multidisciplinar traz inúmeras vantagens para estes pacientes, onde os tratamentos se tornam cada vez mais confortáveis – sem anéis ou outros dispositivos auxiliares que incomodavam bastante – e mais rápidos, na maioria dos casos, com uma média entre 10 e 14 meses para a conclusão. O desenvolvimento de aparelhos menos visíveis também representam um atrativo a parte para os adultos.

Uma vez devolvido ao paciente a jovialidade facial e do sorriso, um programa específico de controle para manutenção dos resultados alcançados deve ser mantido, com consultas espaçadas, em média, uma vez por ano para que, com pequenos ajustes na forma de encaixar os dentes, os benefícios sejam perpetuados em longo prazo e os pacientes aproveitem por muito mais tempo os louros físicos e emocionais que só uma combinação entre face e sorriso agradáveis pode proporcionar.